Novidades sobre a Fatura Eletrônica no Uruguai

Novidades sobre a Fatura Eletrônica no Uruguai

11/12/2018

A fatura eletrônica no Uruguai, mais conhecida como Comprobante Fiscal Electrónico, adota melhorias e novidades em seu XML definido pela DGI.

Nesta última versão, destacam-se as seguintes mudanças:

  • Sobre os Meios de Pagamento, torna-se condicional (quando anteriormente era opcional) e, portanto, aplicado em certos casos. Em particular, é obrigatória a emissão de documentos na forma de pagamento à vista, no valor total > = 40000 UI.
  • O campo "Indicador de pagamentos em nome de terceiros" foi adicionado.
  • O campo "Indicador de coleção própria" foi adicionado.
  • Outros campos obrigatórios relacionados com a representação gráfica (PDF) dos CFE.

Características da Fatura Eletrônica no Uruguai

Passado o período de implementação gradual da fatura eletrônica, o Uruguai atingirá 100% dos contribuintes vinculados a este sistema em 2019.

O CFE é obrigatório para emissão e recebimento e, é obrigatório incluir uma assinatura eletrônica criteriosa para autorizar tais faturas.

O emissor deve passar por um processo de registro administrativo e de certificação perante a DGI, onde posteriormente, poderá aderir ao sistema de emissão do CFE. O contribuinte administrará diferentes CAE (Constancia de Autorización de Emisión) para numerar suas faturas e declará-las perante a DGI. Após a confirmação do recebimento pela DGI, a fatura poderá ser enviada ao receptor.

Como gerenciar a emissão e o recebimento dos comprovantes fiscais eletrônicos?

Contribuintes autorizados pela DGI deverão contratar os serviços de um fornecedor certificado para iniciar a emissão de CFEs.

A Plataforma Internacional de Fatura Eletrônica da EDICOM é adaptada às particularidades do sistema uruguaio, permitindo a emissão de CFEs de forma transparente e legal.

Para o processo de emissão, a plataforma se integra ao sistema interno de gerenciamento do emissor, automatizando o processo de envio, armazenamento e declaração das faturas perante a autoridade fiscal, no caso, a DGI. A solução da EDICOM integra automaticamente o CAE em cada documento e o envia à DGI. Quando a DGI devolve o documento validado, a EDICOM será a responsável por enviar a fatura ao receptor correspondente.

Por outro lado, quanto ao recebimento de faturas eletrônicas, a integração com o ERP é igualmente relevante para os contribuintes pois, permite otimizar e tornar mais eficientes seus processos internos. Quando a EDICOM recebe uma fatura, ela valida antes de incorporá-la ao ERP do nosso cliente, caso haja um erro sintático ou, caso não contenha o número do pedido, etc ... Quando um CFE estiver correto, a solução EDICOM o integrará automaticamente no sistema de gestão dos clientes.

Novos modelos de faturamento eletrônico em 2019 na América Latina

Países latino-americanos como Guatemala, Panamá e Paraguai estão desenvolvendo seus modelos de fatura eletrônica. Esses países seguem o exemplo de outros sistemas mais avançados, como nos casos do México, Brasil e Chile.

Confira as principais novidades para 2019

Plataforma e-Invoicing

Uma única solução que permite emitir Fatura Eletrônica em qualquer país do mundo

Confira as últimas novidades em ...

Recursos

A Fatura Eletrônica na América Latina
Este ebook apresenta os pontos principais sobre as faturas eletrônicas na América Latina.